Tag: condominio

Dicas

10 DICAS PARA INCLUIR O VERDE EM APARTAMENTOS SEM VARANDA

Saiba quais são as plantas certas para deixar seu apartamento aconchegante e harmonioso, mesmo tendo pouco espaço

Mora em apartamento e está achando seu lar um pouco sem vida e cor, mas tem medo de que o espaço seja pequeno para comportar algumas plantas ou tem receio de não arrumar tempo para cuidar delas? Então nós vamos te ajudar. Trouxemos 10 dicas imperdíveis e super fáceis para você dar um “up” nas energias do seu apartamento.

 

Conheça bem seu apartamento

 

Antes de tudo, você deve conhecer bem os espaços que existem em sua casa e, acredite, você pode se surpreender se olhar bem. Verifique se o seu apartamento é voltado para o nascente ou poente do sol e procure notar como alguns lugares ficam expostos à luz em diferentes horas do dia. Afinal, você precisa saber bem o que tem à sua disposição para não errar. Veja se consegue mover alguns móveis e abrir espaços também.

 

Combine as plantas com a quantidade certa de luz

Agora que você conheceu melhor seu apartamento, você precisa escolher as plantas certas para cada um dos ambientes. Você pode ter notado que alguns lugares têm bastante sombra, mas isso não é um problema, algumas plantas como:

  • Bambuzinho
  • Zamioculca
  • Cattleya
  • Bromélia

E algumas palmeiras se dão bem nesses espaços. Você pode procurar conhecer um pouco mais de cada uma e imaginar como ela se encaixaria no seu apartamento.

 

A combinação com o vaso é essencial

 

Da mesma forma que uma moldura adequada pode realçar a beleza de um quadro, um bom vaso pode valorizar o verde do espaço fazendo com que você consiga uma boa sensação até com poucas plantas.

Algumas folhagens têm formas mais geométricas, enquanto outras são mais verticais e outras coloridas, você deve imaginar como o conjunto dos dois se encaixará no seu apartamento.

 

Combine com a sua decoração

 

Uma dica que vale ressaltar é essa, afinal, a harmonia do espaço com a planta é algo essencial. Por exemplo, se você pretende dar ao seu apartamento um tom mais minimalista ou moderno, procure modelos de plantas com um formato mais reto e geométrico. Agora, caso você queira dar uma sensação de “jardim” você pode usar mais livremente diferentes plantas e em maior quantidade.

 

Comece pela sala

A sala é o espaço onde, normalmente, os moradores passam mais tempo e também recebem visitas ou convidados. Começar por este ambiente pode servir como um “teste” para você migrar sua imaginação para outros cômodos. E você pode receber também dicas e elogios de quem passar por seu apartamento.

 

Saiba usar espaços menores

 

Para espaços normalmente menores como cozinhas e banheiros é necessário saber trabalhar com os limites e a imaginação.

Aposte em plantas suspensas e/ou verticais, você também pode aproveitar móveis como as prateleiras para os vasos das plantas. Por exemplo:

  • Bromélias
  • Suculentas
  • Cactos

São ótimas para ambientes internos, com pouco espaço.

 

Cuidado com o excesso

 

Uma dica valiosa é considerar seus limites de espaço e de “excesso visual” na hora de fazer essa mudança. O que você considera lindo agora, pode se tornar um pouco excessivo mais para frente e iniciar um novo problema. Então use a imaginação com moderação!

 

Use as plantas em conjunto com os tons amadeirados

 

Tom amadeirados trazem “calor” para ambientes internos como os banheiros e cozinhas e, em conjunto com as plantas, elas fazem uma ótima combinação visual. No entanto, a moderação nessa dica também é algo válido.

 

Tons brancos oferecem um bom contraste

 

Em uma sala com o tom mais neutro ou moderno, os vasos e tintas brancas realçam ainda mais o verde da planta através do contraste. Também conferem uma sensação de limpeza e pureza ao espaço, no caso de banheiros esse contraste é ainda mais indicado.

 

Dê a cada planta o seu cuidado devido

 

Não adianta fazer a primeira mudança e achar que acabou. As plantas, principalmente em apartamentos, precisam de cuidados, umas mais e outras menos. Você deve conhecer o que está trazendo para seu espaço e a rotina de cuidados que ela precisa. Agora, como dica final, vamos indicar algumas:

 

  • Cactus: Uma planta cheia de estilo, que vem em diferentes portes e que se adapta bem em diferentes espaços. Não precisa de muito sol ou rega, sendo um bom começo para pessoas inexperientes.

 

  • O Imbé: Ela tem um visual tropical, e é uma boa para iniciantes, pois se adapta a sombras e até se mantêm bem com pessoas que tem o costume de regar demais. No entanto, ela necessita de um certo espaço maior.

 

  • A Ivy: Uma planta suspensa que se adapta a qualquer lugar. Ela pode ser colocada na parede ou em vasos nas paredes e irá crescer de acordo com o espaço que tiver. Para ela, procure locais com luminosidades e temperaturas médias.

 

  • Espada de São Jorge: Ideal para quem procura um toque mais moderno ou minimalista, ela cresce de acordo com a luminosidade, sendo boa para qualquer tipo de ambiente.

Gostou das dicas? Que tal então compartilhar com um amigo que tem o lar um pouco “sem vida”?

Dicas

ANTES DE PINTAR SEU APARTAMENTO, SAIBA QUE CADA COR PODE TER UM EFEITO DIFERENTE EM SEU ORGANISMO

É comprovado cientificamente que algumas cores conseguem trazer alegria, paz de espírito e aconchego. Porém, outras podem despertar raiva e até angústia ou ansiedade. Por isso é muito importante saber escolher a cor certas para cada ambiente.

 

Geralmente as pessoas escolhem a cor do apartamento de acordo com seu gosto ou com as tendências da moda. No entanto, nem sempre nossa cor favorita é a melhor para estar nas paredes do quarto ou da sala. Então trouxemos algumas informações que vão te auxiliar na hora da escolha:

  • Dica nº 1: em vez de atentar-se a cor em si, preste atenção na temperatura delas. É comum que as cores frias como azul, verde e branco nos acalmem. E as cores quentes como vermelho, amarelo e laranja, nos estimulem.

 

  • Dica nº 2: Além disso, a cor é vital para fazer com que um ambiente pareça mais amplo, alegre, luminoso, quente.

 

  • Dica nº 3: Antes de pintar é importante consultar vários mostruários, pois as cores variam muito dependendo da marca da tinta.

 

  • Dica nº 4: Sempre escolha um tom mais claro do que você gosta, pois, a tinta tende a escurecer quando é aplicada na parede. Peça ao pintor que realize várias amostras de 1m² sobre várias paredes. Deixe-as secar e as observe em diferentes horas do dia. O efeito ótico varia segundo a quantidade de luz e sua intensidade. É melhor ter um pouco de paciência nessa etapa do que se arrepender depois.

 

CORES E SUAS INFLUÊNCIA

Como cada cor influencia em um ambiente:

BRANCO

Traz paz e calmaria. O branco é um dos mais utilizados na hora de pintar os espaços pequenos ou com pouca luz natural, como corredores e halls de entrada. Ele reflete a luz e dá a sensação de ampliar o espaço. Passa o sentimento de infinito e estimula a imaginação criativa.

VERDE

Produz um efeito de conforto. A cor da esperança e da segurança, associada à natureza. É adequada para pintar qualquer ambiente, sobre tudo salas e zonas de trabalho e estudo. Calmante e luminoso, é capaz de criar ambientes acolhedores.

AMARELO

Um ambiente pintado com esses tons desperta o intelecto e estimula a criatividade. Fica perfeito em espaços escuros, pois potencializa a luz natural e também em quartos infantis, cozinhas e banheiros. São capazes de criar ambientes com energia.

VERMELHO

Demonstra personalidade e dinamismo. A cor do fogo aplicada nas paredes transmite vitalidade e desejo de ação. Uma simples contemplação de uma superfície vermelha é capaz de acelerar o nosso pulso.

LARANJA

A cor laranja ajuda a se relacionar, desperta o apetite e diminui a fatiga. Os tons mais “escuros” contagiam um ambiente com seu calor.  Por ser tão versátil, encaixa-se bem em todo tipo de estilo e em qualquer cômodo.

AZUL

Ajuda a relaxar e contribui para o sono. É perfeito para pintar as paredes de dormitórios.  Mas cuidado com os tons mais escuros de azul e com ambientes monocromáticos, que levam à introspecção (situação não recomendável para pessoas depressivas).

LILÁS

Os tons violetas estão ligados à intuição e a espiritualidade, por isso indicado para locais de meditação. Os seus tons claros acalmam e aconchegam, contudo em tons fortes, pode agravar o estado depressivo.

TONS TERRA

Produz um ambiente natural e sóbrio. Sua consistência terrosa proporciona a estas cores um aspecto natural, ainda mais bela quando entra em contato com a luz.

 

Estes são só alguns exemplos de cores para que você possa aplicar no seu imóvel. Estude a cor desejada antes da aplicação. Caso contrário, você pode acabar notando sentimentos que nem imagina a origem.