Comprar imóvel

venda imobiliária
Comprar imóvel

As melhores estratégias de vendas para sua imobiliária

O mercado mudou.

E a previsão para os próximos anos que esse cenário mude ainda mais, por contas das inúmeras mudanças tecnológicas, onde as trocas são cada vez mais digitais. É impossível desvincular sua empresa ou negócio dessa perspectiva. E com cenário de corretores de imóveis não é diferente. As empresas têm cada vez mais estruturado os seus processos em ambientes digitais, principalmente na captura de novos clientes. Mas se ainda não tem um processo de captação de novos clientes para sua imobiliária, criamos um material que te ajudará a construir uma estratégia online.

Crie suas rede sociais

As pessoas moram nas redes sociais. E essa não é uma metáfora para gerar espanto. Em 2018 a rede social instagram bateu o incrível número de 1 bilhão de contas ativas. O Facebook mesmo em queda, registra 2.2 bilhões de usuários. Esses dados atestam que as redes sociais, usadas de maneira estratégica, podem oferecer boa visibilidade para seu negócio.

Pela previsão, o Instagram ainda é uma das redes sociais que mais crescerá nos próximos anos, segundo estudos da agência de comunicação global BCW. Portanto é indispensável que construa sua marca nesse ambiente. É importante que insira imagens que dialoguem com o cerne do seu negócio, ou seja, institucional da empresa ou dos produtos que oferece.

Você pode apostar em conteúdos informativos, veicular sua cartela de produtos, celebrar datas comemorativas da sua empresa e da sua profissão, responder as perguntas dos eventuais interessados em seu produto e muito mais.

Aposte em uma estratégia de Google Ads e Social Ads

A maior fonte de pesquisa do mundo é o Google. Anunciar seus produtos nesse ambiente pode ser o grande diferencial para a sua estratégia.

Segundo dados do Google Trends, cerca de 15 mil pessoas no Brasil, procuram diariamente a palavra “comprar apartamento”. Imagine se seu produto estiver bem exposto (nos primeiros lugares) após o usuário realizar essa pesquisa. Segundo dados da Infomoney de 2018, um terço das pessoas que compraram um apartamento residencial em 2017, fizeram uma pesquisa inicial no google.

Apostar nessa ferramenta é uma necessidade que vai agregar competitividade ao seu negócio.

Inbound Marketing para imobiliárias

Esse tipo de marketing digital, inaugurado em meados de 2007 pela empresa Hubspot é de grande relevância para inúmeras empresas, no que tange a captação e fidelização de clientes. Ele estabelece uma relação de diálogo com um público específico (também conhecido como persona e o seu negócio.

Para construir uma estratégia de inbound marketing você deverá mapear as necessidades de seu cliente, como por exemplo: o imóvel próprio.

Depois disso, você constrói conteúdo de grande valor que discute o tema, trazendo aspectos de informação para o seu público. Por exemplo, um blogpost: “ Como financiar um imóvel”. As pessoas que lerem esse conteúdo, começarão a buscar mais informações em seu site, buscando as suas ofertas.

Esse é um tipo de marketing relativamente barato, mas é necessária dedicação para conseguir realizar as estratégias.

Monte um processo de vendas

Esse é o passo mais complexo dentro da estratégia comercial.

Um processo bem definido pode aumentar, significativamente, a produtividade de sua equipe e, consequentemente, as vendas do seu negócio.

Imaginemos um cenário onde um cliente clicou em um dos anúncios que disponibilizou nas redes. Você tem o telefone e e-mail dele agora.

O primeiro passo é entrar em contato, marcando para apresentar um imóvel. Após, identificar quais são as reais necessidades do cliente, além do seu potencial de compra, personalizando a oferta procurada, ou oferecendo soluções mais adequadas para a realidade dele.

Após, é a hora da negociação.

Por fim, o fechamento do negócio.

Esse é um processo simples, mas o seu pode ser muito mais complexo. Depende muito do valor do negócio (que pode atrasar o ciclo de venda) e os financiamentos dos clientes.

 Foque na experiência de seu cliente

 Por último e não menos importante, foque na experiência. Imagine que seu cliente está procurando realizar um sonho (do imóvel próprio). Ofereça um bom atendimento para esse momento.

Além de feliz, o cliente vira advogado da sua marca, podendo indicá-lo para outras pessoas.

Use a criatividade e entenda quais são as principais tendências que circulam as redes sociais: memes e virais que caem no gosto popular.

 

Financiamento imóvel apartamento
Comprar imóvel

Conheça o passo a passo sobre como financiar seu apartamento

 Montamos um guia com tudo o que você precisa saber, antes de financiar seu imóvel 

Você finalmente decidiu largar o aluguel e investir naquele seu “sonho imobiliário”, mas ao considerar o financiamento você pode ficar um pouco perdido entre a burocracia e o procedimento correto para conseguir o crédito necessário.  

Sabendo dessa dificuldade comum em muitas pessoas, decidimos criar um passo-a-passo imperdível que vai descomplicar esse processo para você! Então confira abaixo:  

Saiba se você pode ter um financiamento imobiliário

Em teoria, você pode. Todos podem buscar um financiamento de imóveis, que é uma modalidade de empréstimo com longo prazo para pagamento (acima de 10 anos). No entanto, para que o empréstimo de fato ocorra é preciso preencher alguns requisitos.  

Mas antes de tudo, é preciso saber que existem diversas fontes onde buscar um financiamento:  

 CONSTRUTORA: embora a análise de crédito também seja feita, do ponto de vista burocrático, o financiamento com a Construtora pode ser um processo mais simples que os demais. Geralmente é preciso apresentar apenas a documentação solicitada pelo incorporador responsável pela implantação do imóvel. 

 

BANCO PÚBLICO E PROGRAMAS DE INCENTIVO DO GOVERNO: a Caixa Econômica Federal é a maior fornecedora de empréstimos para compra de imóveis. Ela trabalha também com os programas do governo de incentivo à habitação como o “Minha Casa, Minha vida” que pode ser uma boa opção para aqueles que possuem uma baixa renda familiar.  

 

BANCOS PRIVADOS: Também apresentam uma variedade de condições para diferentes orçamentos de financiamento. Para saber como escolher entre os bancos, continue a ler esse artigo.  

 

Algo bem importante nesse processo é o valor da renda familiar. Em muitas instituições, é exigido que o valor das parcelas do financiamento não comprometa mais do que 30% da renda familiar. Há também outros pontos importante usados pelo banco em sua análise de crédito, que vamos falar abaixo. 

Se prepare para a análise de crédito

Para que a instituição financeira não corra o risco de não receber o valor do financiamento do imóvel de volta e com lucro, ela realiza uma análise de crédito do solicitante (você) que gira em torno de alguns pontos:  

*O seu CPF: estar negativado gera muita dificuldade ou inviabiliza o financiamento. 

* Seu Cadastro Positivo: Caso tenha se inscrito no cadastro positivo, isso é um bom ponto ao seu favor. Através dele a instituição consegue ter uma noção do seu histórico de crédito, assim o como de bom pagador.  

* É conferido seu score no Serasa: Sua pontuação junto ao Serasa é importante nesse processo. Caso seja boa, você pode usá-la ao seu favor para negociar as condições oferecidas pelo banco, caso não seja você consultar junto ao órgão como melhorá-la.  

* No caso de ser autônomo, se a sua empresa é regularizada: Se tornar um MEI (Microempreendedor Individual), com CNPJ próprio, te ajuda na análise de crédito. O processo para regularizar é simples e pode ser feito pelo portal do empreendedor.  

Dessa forma, as instituições estabelecem uma “pontuação” com o objetivo de classificar o risco de inadimplência da pessoa, qualificandoa (ou não) para algum montante ou plano para financiamento. 

Se prepare para pagar o financiamento do imóvel

O valor que você irá pagar ao final, logicamente será maior do que o emprestado pela instituição financeira. Afinal, juntamente com o montante, o banco adiciona à soma a amortização, os juros mensais, seguros (por exemplo invalidez permanente ou de morte), assim como taxas administrativas e demais. Você deverá quitar as parcelas do financiamento do imóvel mensalmente com o valor combinado pelo tempo previsto (que normalmente são mais de 10 anos).  

Entenda os juros para o financiamento

Os juros representam a lucratividade da instituição com o empréstimo que concedeu o crédito, ele é formado por:  

*Taxa Selic definida pelo governo 

*Uma análise da concorrência, sejam bancos públicos ou privados.   

* o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo)  

Assim, elas determinam os juros mínimos para o empréstimo. 

Escolha bem a instituição financeira para o financiamento 

Como é uma operação financeira de alto valor, vale a pena pesquisar as condições específicas de pagamento com cada credor. No entanto, algumas dicas te ajudam a já saber qual provavelmente terá as melhores para você: 

 

* Procure o banco que você tem conta: Bancos que você é cliente a muito tempo tem um maior o histórico de crédito sobre você. Assim, eles conseguem ter uma ideia da quantidade de dinheiro que circula pela sua conta e poderá te avaliar melhor por isso.  

 

* Tenha uma conta salário ou receba em conta: Principalmente para autônomos é importante depositar os lucros em conta para que haja uma maior movimentação. Você também poderá usar o extrato como comprovante de renda.  

 

* Há diferenças entre bancos públicos e privados: Bancos públicos podem contar com apoio do governo, e bancos privados podem inovar nas condições de pagamento para se manterem competitivos. Vale a pena procurar ambos.  

 

E então, se sente preparado para buscar aquele financiamento? Ainda tem alguma dúvida? Entre em contato, será um prazer te atender! Indique esse artigo para um amigo ou familiar que pode estar precisando também saber disso.  

Comprar imóvel, Consultoria, Dicas

O Boom imobiliário prometido para 2019 vai acontecer mesmo?

Trouxemos dicas quentes do Youtuber e especialista financeiro Thiago Nigro, criador do canal O Primo Rico, sobre o assunto. Ele conta porque 2019 pode ser um bom ano para comprar sua casa ou apartamento

 

Vamos direto ao assunto. Afinal, tempo é dinheiro e o melhor é investi-lo, não o desperdiçar. Se você tem intenção de investir em imóveis ou realizar o sonho da casa própria (ou do apartamento dos sonhos), já deve ter ouvido por aí sobre a previsão de um boom imobiliário para 2019.

Para entender essas previsões e nos certificarmos de que elas realmente podem acontecer, pesquisamos o assunto em blogs e canais do YouTube e encontramos no canal Primo Rico, explicações bem consistentes sobre o assunto.

PARA ENTENDERMOS MELHOR

Segundo o criador do Canal, o especialista financeiro Thiago Nigro, o mercado imobiliário tem uma grande relação com os ciclos econômicos. Então, ele acaba afetado e participando de um ciclo que consiste em quatro partes:

  • A Expansão;
  • O excesso de oferta;
  • A recessão;
  • A recuperação, que é seguida de outra expansão e o ciclo se repete.

“Não dá para ser 100% assertivo desse tempo, é uma precisão que realmente não tem como alcançar, mas há alguns fatores que podem nos fazer crer que já estamos chegando num momento de oportunidade”, explica Nigro.

 

DADOS CONCRETOS

Ele aprofunda: “se olharmos os piores ciclos de queda desde 1980, temos que estes ciclos para os imóveis duram mais ou menos de 4 a 5 anos, e as quedas, na média, caíram de 20% a 30%. Então, se fizermos um comparativo com outras quedas, temos já um indício relacionado ao tempo que, a recessão que começou em 2014 pode estar entrando finalmente em recuperação”.

Nigro explica que, no ramo de imóveis e seus investimentos, o “timing” é algo extremamente necessário. Esperar pelo momento certo para fazer sua aquisição é muito importante e 2019 está aí mostrando que agora é o melhor timing! As taxas de financiamento que no início de 2018 estavam em 12%, hoje estão em 9%, significa que é mais fácil e barato financiar um imóvel hoje.

 

COMO APROVEITAR ESTE MOMENTO?

Para se aproveitar deste timing perfeito que está parecendo ser 2019, existem várias formas, como:

  • Invista em imóveis bem localizados;
  • Invista em fundos imobiliários;
  • Invista em Crowdfunding Imobiliário.

 

Não deixe para mais tarde. 2019 está se mostrando o melhor ano para seu investimento. Entre em contato com a gente da Construtora Santa Teresa. Venha nos conhecer!

Comprar imóvel

07 dicas para você não errar na hora de comprar meu imóvel

Como saber se você está fazendo um bom negócio, se você escolheu o imóvel certo e, principalmente, se as parcelas não vão te deixar endividado

 

O mercado imobiliário sempre foi fortemente impactado pelos ciclos da economia. O problema é que esses ciclos também afetam o seu emprego, o valor real do seu salário, a rentabilidade dos seus investimentos e o seu custo de vida.

Por este motivo, é importante ter alguns cuidados antes de tomar a decisão de comprar um imóvel através de uma dívida que pode demorar 10, 20 ou 30 anos para ser quitada. Então, aqui vão algumas dicas de especialistas para você não cair em nenhuma cilada:

01) CONHEÇA O SEU ORÇAMENTO

 

Saiba o quanto você tem disponível para adquirir um imóvel. Hoje, a maioria das transações imobiliárias são através de financiamento e saber com precisão o seu orçamento é essencial para este primeiro passo. O ideal é que você comprometa apenas 30% de sua renda com o pagamento das parcelas.

Uma forma de ir se adequando antes de fazer o financiamento, é já começar a viver com esses 30% a menos da sua renda. Dessa forma, quando fizer a compra, não vai sentir tanto.

02) DEFINA O TIPO DE IMÓVEL QUE DESEJA COMPRAR

 

Hoje, temos basicamente duas opções: os lançamentos e os imóveis já prontos. Qual a melhor opção? Depende. Se você não tem pressa para entrar no imóvel, o lançamento é o ideal, pois você tem condições de negociar mais a entrada e as parcelas. Fora isso, tem também a oportunidade de personalizar seu apartamento.

Já o pronto é apropriado para quem está com pressa em se mudar.

 

03) SIMULE SEU NOVO ESTILO DE VIDA

 

Faça as contas, entre de cabeça na sua futura situação. Analise como serão as situações, as dificuldades e os problemas. Só assim você pode prevenir possíveis “dores de cabeça” que acabam surgindo pelo caminho;

 

04) VISITE O IMÓVEL

 

Se você optou por um imóvel em lançamento, você fará a visita num stand de vendas. Ali, terá um apartamento decorado para que você conheça. Sugerimos até que neste momento você reúna todo o material publicitário divulgado, pois assim você poderá conferir na hora da entrega do imóvel se tudo proposto está correto.

Peça sempre, também, um memorial descritivo para saber mais detalhes como: qual piso será utilizado, qual o revestimento, quais os metais, tipo de porta, janela, entre outros. Para não haver surpresas desagradáveis no dia da entrega;

 

05) FAÇA UMA PROPOSTA

 

Geralmente um imóvel pode ser vendido a um preço inferior ao o que ele é anunciado. Utilize então do seu poder de barganha, converse. 5 a 10% são valores de desconto super aceitáveis e que podem fazer diferença no final;

 

06) TENHA UM PROFISSIONAL AO SEU LADO

 

Pode ser um advogado. Pois será feito um investimento que pode comprometer sua vida por alguns anos e esse investimento precisa ser seguro. Um profissional presente tomará todas as cautelas para a segurança dessa transação;

 

07 Contrato de compra e venda

 

Se você for utilizar de financiamento imobiliário e precisa dar um sinal, vincule o pagamento deste sinal à aprovação do seu financiamento. Nunca antecipe valores. Pode ser perigoso.

A compra de um imóvel precisa de muito engajamento, coragem e determinação!